Kit E Estrutura Inicial

Quer começar a trabalhar com Water Transfer Printing? Saiba quais materiais comprar!

Em primeiro lugar, antes de saber quais materiais são necessários para trabalhar com WTP – Water Transfer Printing, o profissional deve entender como a técnica funciona.

A pintura hidrográfica ainda não é muito divulgada no Brasil, embora a técnica já é difundida em outros países, como Estados Unidos e Japão. O profissional capacitado a trabalhar com a técnica deve dispor de conhecimento para tal, como mencionado em outros artigos sobre o assunto.

Já aprendeu todos os macetes da técnica? Então, mãos à obra! Hora de saber quais materiais são indispensáveis para começar seu negócio próprio de pintura hidrográfica.

Veja neste post como aplicar Water Transfer Printing

Materiais necessários

Se está pensando em investir em uma carreira que está crescendo no Brasil e ganhando adeptos por onde passa, então está no post certo! O Water Transfer Printing já está virando tendência, e promete um público-alvo concreto para os anos à frente.

O investimento em um negócio próprio envolve várias partes. Em primeiro lugar, aprender a técnica. Cursos interessantes estão disponíveis no mercado para o profissional se destacar na pintura hidrográfica. Entre eles, o curso da Space Arts – Pintura Hidrográfica é uma excelente opção.

Durante o curso, o aluno irá aprender o passo-a-passo da técnica, desde a maneira correta de preparo do objeto, quais tipos de materiais podem receber a pintura hidrográfica, imersão correta em água, aplicação da película e muito mais. Vale a pena investir nesse tipo de curso.

Já passou pela etapa do curso? Hora de comprar os materiais corretos para o empreendimento. Não é preciso gastar rios de dinheiro para começar seu negócio próprio com o Water Transfer Printing.

kit e estrutura-pintura hidrográfica

 

Kit e estrutura inicial para pintura hidrográfica

Basicamente, os materiais necessários são:

  • Tanque (para a água) – Grande o suficiente para comportar a peça
  • Ativador – Para a película aderir ao objeto
  • Película
  • Verniz – Para um acabamento perfeito, principalmente para objetos expostos a temperaturas quentes ou frias.

A estrutura inicial para começar seu investimento com Water Transfer Printing vai depender do tipo de negócio que vai trilhar. As ramificações da pintura hidrográfica são diversas e a escolha da especialização vai definir qual a estrutura do negócio próprio. Como assim?

Por exemplo, se o profissional vai investir em texturização de objetos menores, como capinhas de celular, tablete, notebook, controles de videogame e assim por diante, não precisa ele adquirir um grande tanque para imersão.

Muitos empreendedores utilizam-se apenas de uma bacia e água morna para a finalidade.

Mas se o objetivo é trabalhar com objetos maiores como peças de carro, aros de bicicleta, peças de motos e assim por diante, é interessante investir em um tanque maior, assim como a quantidade do produto também aumenta.

Uma oficina, o quintal de casa, espaços pequenos ou grandes. O profissional quem define qual tipo de segmento quer investir. O resultado com certeza pode surpreender. A procura está cada vez maior, vale a pena conhecer a técnica.

A pintura com Water Transfer Printing chama atenção, e conforme os lucros começam a aparecer, o profissional pode decidir aumentar ou diminuir a quantidade do produto em estoque.

Bora investir?

Vantagens E Benefícios

Entenda agora!

Conhece a nova febre no mundo da personalização – o Water Transfer Printing? O WTP veio para ficar e trata-se de um novo conceito em estilização de peças por imersão em água.

Quem não quer ter um objeto decorado com a sua “cara” por assim dizer? Essa é a promessa da técnica que ganha cada vez mais adeptos por transferir o desenho da película escolhida à peça desejada.

Veja neste post mais sobre Water Transfer Printing

Os temas são diversos:

  • Estampas de animais
  • Desenhos abstratos
  • Temáticos
  • Imitação de madeira
  • Imitação de couro
  • Imitação de pedra

E muitas outras, a variedade é imensa.

Mas quais são as vantagens e benefícios da Pintura Hidrográfica na aplicação? Confira abaixo:

Em primeiro lugar, pode-se pensar em âmbito de tempo. O dito popular “tempo é dinheiro” vêm a calhar na técnica. Uma pintura normal, de tamanha magnitude leva tempo para ser realizada, entre uma demão e outra, se não houver erros durante o processo.

A pintura do Water Transfer Printing é instantânea, adere à peça de maneira uniforme e uma aplicação basta.

Outro aspecto positivo é a versatilidade da técnica. O Water Transfer Printing pode ser utilizado em diversos tipos de superfície, o que não acontece com a técnica do envelopamento por exemplo. O profissional que deseja trabalhar com a pintura hidrográfica têm um vasto campo de matérias-primas para explorar.

Os principais tipos de objetos que podem receber a pintura hidrográfica são:

  • Plásticos
  • Fibras de vidro
  • Metais
  • Cerâmicas

Qualquer superfície que aceite a submersão em água pode ser utilizada para receber a película da transferência. A técnica não é difícil, o que torna o Water Transfer Printing uma boa opção para fugir do tradicional envelopamento.

Além disso, com a economia de tempo já mencionada, a produtividade aumenta, proporcionando ao profissional receber mais pedidos em um menor número de tempo. “Tempo é dinheiro”, certo?

Outra vantagem ao aprender a técnica é observar a competitividade no mercado. Levar em conta a fertilidade da profissão em relação aos demais profissionais é importantíssimo, até porque, quanto menos competição melhor não é?

O Water Transfer Printing é relativamente novo aqui no Brasil, mas já virou febre entre os adeptos do Tunning por exemplo. Peças de carro estilizadas ganham vida com as películas personalizadas do WTP. Ao fazer algumas buscas pela plataforma online do Google, você provavelmente não encontrará uma quantidade grande de profissionais capacitados e habilitados para desenvolver a técnica.

O que isso significa? O campo está livre para explorar. Em tempos de crise, nada melhor do que aprender uma profissão onde a cartela de clientes concentra-se no seu trabalho, sem muitas disputas.

Um curso que se destaca pelo bom desenvolvimento do conteúdo e aulas práticas é o da Space Arts, onde o aluno se capacita com maestria no bom desenvolvimento da técnica. O curso de Pintura Hidrográfica é concorrido, mas vale a pena se inscrever.

As vantagens são imensas e as possibilidades infinitas para quem quer se aventurar no mundo do Water Transfer Printing.

Ser um profissional de renome pode estar a alguns centímetros, basta encarar os desafios!  

Como Funciona?

Entenda já!

Já ouviu falar da técnica utilizada em carros tunados, o WTP ou pintura hidrográfica?

Já se perguntou como funciona? Então esse post é para você!

O Water Transfer Printing popularizou-se aqui no Brasil com a febre do Tunning. Carros personalizados e exclusivos ganhavam um quê a mais com os famosos adesivos texturizados em forma de película. Basicamente, a arte impressa na peça a ser utilizada dispõe apenas de água, película e ativador. Simples assim.

como funciona pintura hidrografica

Como funciona a Pintura Hidrográfica – WTP?

Dito de maneira simples, o Water Transfer Printing parece ser a técnica mais fácil do mundo. Mas não é bem assim. A arte exige alguns cuidados e requer paciência.

Basicamente, o intuito do Water Transfer Printing é economia geral. Ao submergir a peça em água com a película, o objeto a ser desenhado é pintado por inteiro, o que economiza muito tempo, e o dinheiro vem como consequência.

A vias de regra, o passo a passo da técnica pode ser definida da seguinte maneira:

1 – Preparo da peça

2 – Imersão

3 – Ativação do produto

4 – Mergulho do objeto

5- Verniz

Em primeiro lugar, a peça que vai ser trabalhada deve estar livre de resíduos. Ex. se a peça a ser utilizada é uma roda de carro, a mesma deve estar livre de manchas de óleo ou graxa. Deve ser lixada e depois limpa para receber a tinta.

O ativador não deve ser usado com excesso. O produto deve estar em uma distância de aproximadamente 20 centímetros da peça. O ativador é responsável pela aderência do produto à película.

Peça pronta, hora de batizá-la. Ao imergir em água, o objeto deve ser inserido lentamente, e por inteiro.

O verniz deve ser utilizado conforme as instruções do rótulo.

Em suma, a técnica está sendo muito difundida aqui no Brasil, mas vamos a alguns macetes importantes. Em primeiro lugar, uma técnica tão artesanal como esta requer cuidados. Um curso deve ser feito, com o objetivo de testar na prática o aprendizado.

Você pode ver neste post as vantagens e benefícios da pintura hidrográfica

Alguns cursos bacanas estão disponíveis no mercado, mas um que sobressai é o da Space Arts. No curso o aluno irá aprender:

  • O que é WTP
  • Estrutura para fazer o WTP
  • Preparação das peças
  • Manuseio das películas

E muito mais…

No curso, o aluno irá aprender quais tipos de objetos podem receber a pintura hidrográfica. É essencial estar bem informado para atingir maestria em suas peças.

Você sabia que o verniz é a cereja do bolo da finalização? Exatamente, no curso o aluno conseguirá entender as técnicas por detrás do verniz, qual é o jeito correto de aplica-lo.

É interessante aprender artes novas, ainda mais aquelas que estão fazendo sucesso no mercado. O WTP pode ser aplicado em peças de carro, capinhas de celulares, capacetes e muitos outros objetos. Basta dominar a arte.

Hoje em dia, o que faz a diferença é o destaque em coisas novas. O Water Transfer Printing veio para ficar e já é tendência entre os amantes da arte.

Como Aplicar

como aplicar water transfer printing

Water Transfer Printing, ou WTP, faz sucesso no mundo da decoração, e não é para menos: trata-se de uma pintura homogênea, perfeita e econômica que visa a pintura por completo do objeto escolhido. Refere-se a arte de pintar o objeto de uma vez só, economizando o que temos de mais valor: tempo.

A economia de dinheiro vem como bônus durante o processo.

Veja neste post como funciona a Pintura Hidrográfica

6 Dicas Infalíveis de Como Aplicar Water Tranfer Printing do Jeito Correto 

Dica n° 1: Prepare a peça

Já observou falhas na pintura de algum objeto que poderiam ter sido evitadas? Isso acontece pela falta de preparo da peça antes da pintura. Em primeiro lugar, o item a ser texturizado deve estar livre de sujeiras, a limpeza é parte essencial do processo de como aplicar water tranfer printing.

Peça limpa, livre de gorduras ou pó, o próximo passo é lixar. Pode ser uma parte laboriosa do processo, mas é primordial. Ao lixar, a peça fica exposta à crueza do material, permitindo a fácil aderência à película para a pintura hidrografica. Mãos na massa!

Dica n° 2: Imersão em água.

A película para pintura hidrográfica deve ser preparada para não “dançar” na água, para aplicação ser perfeita. Uma fita adesiva nas bordas resolve a questão. O tanque utilizado para a imersão do objeto deve ser grande o suficiente para que caiba toda a superfície a ser pintada. A temperatura da água deve oscilar em 25 a 30 graus Célsius. Mergulhe a película no tanque delicadamente, deixando-a descansar por 2 minutos sob a água.

Dica n° 3: Ativação da película

Utilizando um pulverizador ou borrifador, aplique o ativador por cima da película para pintura hidrografica recuando uma distância de 20 cm da superfície. A quantidade deve ser pequena, apenas com o intuito de fixação no objeto. Em 5 segundos a película estará pronta para receber a peça.

Dica n° 4: Hora de mergulhar

O objeto deve ser mergulhado por inteiro na água, vagarosamente. A inclinação deve variar entre 30 a 45° e o material deve imergir de frente. Antes de subir com a peça novamente, retirar todo o excesso de película que sobrou na água.

Dica n° 5: Tirar resíduos

É imprescindível eliminar todos os resíduos de tinta para o acabamento esmerado da peça. A água pode estar em até 180° se o material utilizado tiver matéria-prima resistente. Lave e enxágue a peça, preparando-a para o acabamento.

Dica n° 6: Desfecho

O verniz pode selar o acabamento com louvor ou estragar o laborioso processo do trabalho. Por isso é essencial aplica-lo do jeito correto. Verniz demais pode escorrer, deixando o resultado insatisfatório. Verniz de menos pode deixar marcado e não protege a peça da maneira que deveria. Utilize o verniz respeitando as instruções do rótulo, recuando em 20 centímetros da peça para não marcar, se for spray.

Peças que serão expostas a altas temperaturas podem ser envernizadas com o produto próprio para isso, basta procurar o que mais se encaixa com o resultado final.

Aplicar a técnica do Water Transfer Printing exige paciência e capricho, mas o resultado é satisfação garantida!